Relação abusiva entre pais e filhos: pais abusivos encobertos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
relação abusiva entre pais e filhos

A relação abusiva entre pais e filhos é real e bem mais comum do que se imagina. Existe uma boa quantidade de pais e mães que vendem a imagem de pais perfeitos por aí, mas que na verdade são extremamente abusivos. São os pais abusivos encobertos. O que acontece é que o abuso emocional que esses pais cometem contra os filhos é sutil a ponto de alguns filhos não se darem conta disso, mesmo quando adultos.

relação abusiva entre pais e filhos

 

A DIFICULDADE

É muito fácil identificar pais abusivos quando eles praticam agressão física e tem comportamento emocionalmente agressivo com seus filhos. Mas quando passamos para o abuso emocional, isso muda. A relação abusiva entre pais e filhos que envolve o abuso encoberto é sutil e confusa. Eu vejo com frequência as minhas mentorandas e mentorandos em dúvida sobre a postura do parceiro abusivo ou da parceira abusiva em relação aos filhos:

– Mas ela é tão devotada aos filhos…

– Mas ele demonstra tanto amor aos filhos…

E o que eu tenho a dizer é: muito cuidado aí. A relação abusiva entre pais e filhos de forma encoberta é bem mais comum do que você imagina. Os encobertos praticam um abuso bem mais cruel, pois é um abuso emocional cotidiano que simplesmente destrói a identidade dos filhos, assim como a autoestima, a autoconfiança e o amor-próprio desses filhos.

A grande questão é que esse abuso acontece de forma velada. Pregam serem as melhores mães, os melhores pais, amarem mais do que tudo no mundo os seus filhos. Só que ao olhar o cotidiano você vai ver esses pais praticando o perverso abuso emocional.

COMO ACONTECE

A marca da relação abusiva entre pais e filhos são as críticas pesadas aos comportamentos dos filhos, onde o filho é colocado como incapaz de fazer algo certo, cumprir as orientações ou similares. Ou comparações da criança com outras pessoas, numa situação que desvaloriza a criança ou mesmo coloca essa criança em posição de inferioridade. Você vê ainda alguns desses pais competindo de igual para igual com seus filhos, e deixando claro que a criança não é capaz de vencê-los.

Uma outra forma comum de abuso velado é negar à criança o direito de se manifestar a respeito das suas vontades, sentimentos e percepções. E eu não me refiro aqui a uma birra ou algo do gênero. Eu me refiro aqui a, por exemplo, a repreender duramente uma criança que chora, ou mesmo fica nervosa, mediante as atitudes de abuso desse pai ou mãe abusiva. Ou que é obrigada a fazer coisas que não gosta simplesmente para se enquadrar no padrão imposto por esse pai ou mãe. E essa criança cresce servindo às vontades e aos caprichos desse pai ou mãe.

relação abusiva entre pais e filhos

Um filme interessante para como funciona a relação abusiva entre pais e filhos de forma encoberta é o Paixão Obsessiva. Esse filme mostra diversas cenas que servem como exemplo de como acontece o abuso velado dos pais abusivos encobertos. Você pode ver isso na interação da Tessa com a sua filha e da Tessa com a sua mãe. No filme a Tessa sofreu abuso da mãe quando criança e faz o mesmo com a sua filha pequena. E o resultado é uma criança tolhida em todos os sentidos, sem identidade e sem direito de ter o seu próprio gosto e nem atender suas próprias vontades, com um enorme sentimento de inferioridade, baixa autoestima, baixo amor próprio. Obviamente, isso gera os mais diversos impactos negativos para essa criança pelo resto da vida.

POR QUE VOCÊ NÃO NOTA

Parece coisa de filme, mas a relação abusiva entre pais e filhos de forma encoberta acontece muito. Algumas pessoas, ao descobrirem, quando adultas, que possuem um pai ou mãe abusivo se perguntam por que não se deram conta disso antes? E a resposta é que existem duas razões pra isso.

A primeira razão é que esse pai, ou mãe, apesar de fazer tudo isso, costuma agir e falar como se fosse um exemplo de pai ou de mãe. Uma referência a ser seguida. Fala o tempo todo que ama os filhos, faz declaração de amor e tudo mais. Com isso, ao ouvir isso a vida inteira do seu pai ou mãe, você acredita que é verdade.

A segunda razão é que essa forma de abuso é muito sutil. Ela mistura declarações de amor com atitudes de destruição do emocional da criança. Então fica confuso detectar isso com clareza.

CONCLUSÃO

Eu sei que esse assunto é muito delicado e que é um tabu para a sociedade o fato de que pais nem sempre amam verdadeiramente os filhos. Mas meu papel aqui é expor a verdade e abrir os olhos de quem lida com pais assim. Lembre-se: você veio por meio dos seus pais, e não para os seus pais. Com isso, você não é obrigado(a) a se submeter ao abuso só porque é o seu pai ou mãe. Você merece uma vida saudável, com relacionamentos de valor, mesmo que isso te obrigue a se afastar daqueles que te adoecem.

ASSISTA ESSE CONTEÚDO EM VÍDEO:

Janaina Campos

Janaina Campos

Janaina Campos Psicanalista | Coach | Hipnoterapeuta - OMNI e NGH | Analista Comportamental Te conduzo à libertação definitiva da codependência emocional e dos relacionamentos abusivos. Viva o relacionamento que merece.

Veja também!

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Posts Recentes

Parabéns!

Muito bem,
Você já esta Inscrito!

O que fazer enquanto isso?
Você pode acompanhar o meu trabalho em minhas redes sociais e conferir o meu site.

arrow-icon-size3 Voltar para o Site

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.