Relacionamento abusivo: dois erros que eu não cometeria

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Eu vivi diversos relacionamentos abusivos antes de ter consciência desse problema e me libertar definitivamente. E eu sempre friso que, mesmo que eu pudesse, eu nunca mudaria a minha história. Ela me tornou a pessoa e profissional que sou hoje. E me mostrou a minha missão de vida: libertar o maior número possível de vítimas do abuso.

Eu cometi vários erros na minha jornada. Mas cada um deles me trouxe grande aprendizado. É uma grande verdade a de que aprendemos mais na dor do que no amor. Ela nos tira da posição de conforto. E é quando acontecem as nossas transformações. Mas existem dois erros eu deixaria de cometer, se pudesse escolher.

Relacionamento abusivo: dois erros que eu não cometeria - Janaina Campos - Viva o relacionamento que você merece

O PRIMEIRO ERRO

O primeiro erro foi não ter saído da relação abusiva quando descobri que estava em uma. Permanecer mais tempo naquele relacionamento me trouxe mais sofrimento, uma grande piora no meu quadro emocional e uma doença física, uma desregulação hormonal séria que me causou diversos problemas e da qual eu demorei bastante a recuperar. Por isso, se eu pudesse escolher eu sairia daquela relação assim que descobri que era um relacionamento abusivo.

O SEGUNDO ERRO

O segundo erro foi abrir o meu coração para novos relacionamentos antes de mudar o meu padrão de relacionamento. E esse erro é muito comum entre as vítimas. Você termina o relacionamento abusivo. É horrível: se enxerga no fundo do poço. Parece que você nunca vai se recuperar. E você começa a se recuperar. E pensa que está tudo foi resolvido. Que você só precisava superar a separação.

E resolve abrir o seu coração novamente. Mas quando você vai ver, está em um novo relacionamento abusivo. Eu cometi esse erro. E muita gente acha que a solução para o abuso é terminar a relação abusiva. Só que não é.

Terminar é um passo muito importante, pois o abuso traz consequências sérias para a vítima. E você não consegue se curar dessas consequências se continuar no ambiente onde sofre abuso. Mas o relacionamento abusivo em si não é a origem do problema.

A origem do problema é a forma como você se relaciona com as pessoas, deixando-se de lado, dedicando-se excessivamente ao outro. Isso é um padrão que você registrou na sua mente desde criança. E enquanto você não alterar esse padrão, que é o que te leva ao abuso, você vai continuar a atrair pessoas abusivas para a sua vida.

E esse erro eu também não cometeria novamente, se pudesse escolher.

ASSISTA O VÍDEO

Janaina Campos

Janaina Campos

Janaina Campos Psicanalista | Coach | Hipnoterapeuta - OMNI e NGH | Analista Comportamental Te conduzo à libertação definitiva da codependência emocional e dos relacionamentos abusivos. Viva o relacionamento que merece.

Veja também!

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Posts Recentes

Parabéns!

Muito bem,
Você já esta Inscrito!

O que fazer enquanto isso?
Você pode acompanhar o meu trabalho em minhas redes sociais e conferir o meu site.

arrow-icon-size3 Voltar para o Site

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.